Cirurgia do meu dente siso

Hello, meus leitores lindos do coração!
Tudo bem com vocês?
Como vocês sabem, hoje pela manhã, passei por uma cirurgia no dente, e o que eu achava que era besteira e simplicidade, foi beeeeeem pior do que eu pensava..  Neste momento estou me sentindo razoavelmente bem, mas não poderei executar minhas tarefas normais por pelo menos 3 dias, em repouso direto e tomando medicações + sorvetinho (parte boa da história). Gente, eu não achava que essa cirurgia necessitasse de tantos cuidados, mas o dentista me orientou que precisava de cuidados sim! E fica aí um alerta a todos que precisam fazê-la, façam o quanto antes possível e não façam o que eu fiz, pelo amor de Deus!
Eu teimosa, cheguei em casa, chorando com dor, mas ainda assim resolvi uns problemas e fiz uma ligação pro meu contador para solicitar um boleto de imposto a ser pago. Kkkkkk... Prá terminar, subi as escadas e abaixei várias vezes a cabeça. Resultado: meio que desmaiei por alguns minutos na hora que fui ao banheiro. Eu sou muuuuuito teimosa, e nunca pensei que só um dente pudesse fazer um estrago desse. Sem condições! Sempre quero ser mais forte do que eu realmente sou.. mas acho que o problema maior foram os antibióticos e antinflamatórios que estou tomando, e sem poder comer quase nada, caí na fraqueza. Sensação horrível. Na sala, o cirurgião aplicava tanta força na minha arcada que vocês não tem noção! Eu acho que ele me deixou um pouco nervosa, talvez mais que a cirurgia em si, apesar de que ele ficava pedindo para eu ter calma, e ficar tranquila que ia dar certo... Passamos 1 hora em procedimento.. Ao terminar, ele avisou que finalmente tinha acabado, e eu, ÓBVIO  (com meu dom especial de agonia) rapidamente me levantei prá ir embora. Pra quê? Tudo rodou, e após SOMENTE 7 anestesias, eu tava muito louca, ta ligado mano? Kkkk.. 1 anestesia é sempre o suficiente para eu fazer qualquer procedimento no dentista, e faz efeito muito rapidamente em mim. Mas hoje eu tive essa sorte: SETE. E ele já tava doidinho.. não aguentava mais me dar anestesia e nem eu aguentava mais ser furada. Resumindo, depois que levantei rápido e ia caindo tonta, ele lógico, reclamou comigo porque eu não deveria ter feito isso. Se ele SONHAR no que eu fiz depois que cheguei em casa, era carão na certa e talvez mandasse colocar o dentinho de volta no lugar, kkkk. Mas prá eu aprender que é coisa realmente séria, dei uma desmaiadinha básica, mas nada muito preocupante. (a não ser na hora que eu tive certeza que a morte tinha chegado prá mim. Rodava tudo e eu sentia como se meu sangue e minha alma estivessem fugindo. Acordei com meus pais e meu irmão me chamando). Não acredito que isso foi causado pela cirurgia em si (talvez), mas acho que foi por conta da quantidade de medicação que tomei pela manhã:
  •    4 Amoxilinas 500mg cada, de uma só vez, 1 hora antes da cirurgia.
  •    1 Paracetamol 75mg quando saí da clinica.
  •    1 Nimesulida 100mg ao chegar em casa.

Tudo isso num intervalo de menos de 3 horas. E não dava prá comer absolutamente nada. A dor é muito intensa. Agora a noite, já me sinto melhor, mas é assim: fico bem alguns minutos, depois dá dor de cabeça. Melhoro da dor de cabeça, aí começa a doer o dente.. E assim vai.
Para quem vai se submeter a esse tipo de cirurgia e precisar tomar a medicação que eu tomei, eu sugiro que se alimente MUUUUUITO bem antes, para não ficar fraco como eu fiquei. No mais, muita água, sorvetinho, e bastante repouso. Nada de abaixar a cabeça ou ficar subindo e descendo escadas e ainda fazer ligação. REPOUSO! Por favor.
Abaixo algumas instruções e explicações do Dr. Sidney Rafael das Neves é Cirurgião-Dentista, mestre e especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial e membro do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial. É também Cirurgião Buco-Maxilo-Facial credenciado no Hospital Israelita Albert Einstein e São Luiz, vice-diretor do Departamento Científico de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial e Coordenador do Curso de Cirurgia Oral Avançada, ambos da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas. CRO 49.309. 

E por ultimo vocês vão conferir um pequeno vídeo que fiz um dia antes da cirurgia :)

O que são os dentes do siso?
Dentes do sisodentes do juízo outerceiros molares são os últimos dentes que se acomodam na arcada dentária. Isso normalmente ocorre entre os 17 e 20 anos de idade. Estão em número de dois na arcada superior (maxila) e dois na arcada inferior (mandíbula), dispostos um de cada lado (direito e esquerdo).

Por que algumas pessoas precisam extrair o dente do siso?
Os dentes do siso devem ser removidos em algumas situações específicas, como:

  • Falta de espaço na arcada dentária (arcada pequena ou dentes com o tamanho muito grande);
  • Dente acometido por cárie extensa ou reabsorção radicular;
  • Falta de contato oclusal com o dente antagonista (o superior tem que morder no inferior ou vice-versa);
  • Indicações ortodônticas ou protéticas;
  • Posicionamento inadequado sem possibilidade de correção através de tratamento ortodôntico;
  • Processos álgicos na região, associados ou não à articulação temporomandibular;
  • Processo infeccioso recorrente na região gengival (atrás ou próximo a este elemento).


Quais os primeiros cuidados a se tomar depois dessa extração?
Basicamente evitar: fumar, esforço físico, contato com alimento duro ou quente, colocar o dedo na região, abaixar a cabeça, nadar, fazer sauna ou falar muito.

Quais alimentos são liberados e quais são proibidos?
Liberados: alimentos em uma temperatura fria e de consistência macia, por exemplo: sopa, mingau, caldo, suco de fruta, massas (macarrão, lasanha) e o famoso sorvete.
Proibidos: alimentos de consistência dura ou quente, por exemplo: carne, chiclete, maçã, cenoura crua, café ou chá quente.

Pode-se fumar ou ingerir bebida alcoólica após a extração?
Esta prática é totalmente não recomendada, pois o cigarro, cachimbo ou charuto, além de promoverem a elevação da temperatura dos tecidos em contato com a fumaça produzida por eles, ainda apresentam na sua composição dezenas de elementos químicos que retardam a coagulação e podem promover a perda do coágulo sanguíneo que protege o alvéolo logo após a exodontia, podendo levar a mesma a um quadro infeccioso que chamamos de alveolite. Com relação ao álcool, pode interagir com o medicamento utilizado, debilitar e desidratar sistemicamente o organismo que faz uso do mesmo, diminuindo a resistência fisiológica, aumentando dessa maneira o risco de infecção, e também agir localmente como agente irritante do tecido mucoso que reveste a boca e o sistema digestivo.

Em caso de sangramento, o que fazer?
Primeiramente manter sempre a calma, ficar deitado com a cabeça posicionada pouco acima do resto do corpo (utilizar dois travesseiros), colocar uma gaze ligeiramente embebida em soro fisiológico frio no local e promover uma gentil compressão, fazer compressas com bolsa térmica gelada ou gelo envolvido por um saco plástico no local (externo da face), evitar falar ou fazer bochechos. Aguardar de 20 a 30 minutos, observar se ocorreu a diminuição do sangramento. Caso contrário, entre em contato com o seu cirurgião.

Quanto tempo é normal a pessoa sentir dor?
Diversos estudos apontam para iniciar a utilização do analgésico pós-operatório imediatamente após o procedimento cirúrgico, com a finalidade de não cronificar a dor, pois o controle do processo doloroso no início é muito mais fácil. Em geral, pequena sensibilidade dolorosa é esperada até 48 horas após o procedimento cirúrgico. Sabemos que, se esse processo ocorrer após o quinto dia pós-operatório e for aumentando, devemos desconfiar de presença de infecção local. O cirurgião deve ser avisado imediatamente para que possa tomar as devidas providências, como, por exemplo, avaliar o local e promover a troca ou associação de novo medicamento.

É permitido fazer bochechos? Existe algum produto especial?
Os bochechos não são orientados principalmente na primeira semana pós-operatória. Após a escovação cuidadosa e delicada dos demais dentes, orientamos o paciente a colocar a água muito cuidadosamente na boca e, sem fazer força, deixá-la sair de maneira passiva. A manutenção de substâncias à base de gluconato de clorexidina a 0,12% durante um minuto após a escovação sem bochechar também é recomendada, pois a clorexidina consegue promover a remoção da placa bacteriana no fio de sutura e nos locais próximos à cirurgia e ter uma importante ação antisséptica local.

Esforços físicos são permitidos a partir de quantos dias?
Irá depender do tipo e intensidade do esforço, mas normalmente atividades físicas mais intensas, como as praticadas na academia de ginástica, somente após sete dias do procedimento.

Há alguns cuidados na hora de dormir?
Fazer a correta higienização dos dentes e não comer no meio da noite esquecendo de higienizar depois, pois durante o sono temos a diminuição da produção do fluxo salivar, podendo diminuir a proteção dada pela saliva ao local operado e promover até uma infecção.

Fonte: http://idmed.terra.com.br/


Beijos,
Luciana Barreto.


Comentários

  1. Bendiciones, hermoso blog.
    mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Novo Grupo Whatsapp

Teste as 5 Linguagens do amor! Faça já o seu ;D